quinta-feira, 10 de abril de 2008

Eva Duarte

A mooz ganhou o prêmio de designer amigo dos origamistas 2007, criado pela incrível dobradora Eva Duarte. Mas na verdade, tudo não passa de uma brincadeira e também uma homenagem. Eva cria lindíssimos origamis e seu trabalho pode ser visto no blog www.dobrinhas.blogspot.com. A homenagem vem do fato de Eva usar alguns trabalhos nossos para fazer origamis. Além do cartaz do No Ar Coquetel Molotov 2007, que se transformou numa das kusudamas mais legais que eu vi (foto acima), ela já usou o cartaz do Revela Design 2007 e a segunda edição da Revista Coquetel Molotov.

Em maio do ano passado, conheci Eva através de nosso amigo em comum Guilherme Luigi, designer da O Imaginário (ex-Imaginário Pernambucano). Na época, Eva formava, junto com Noá Jofilsan, o Dobras ao Vento. A mooz estava fazendo o cenário da gravação do segundo DVD da banda Nós4, e as kusudamas de 1 metro de diâmetro que só eles poderiam fazer caíram como muitas luvas. Esse foi um projeto muito interessante e prometo fazer um post detalhado sobre como tudo aconteceu. Depois disso, indicamos o Dobras ao Vento para participar da feirinha do No Ar Coquetel Molotov 2007, e eles montaram um stand vendendo tudo que se podia dobrar. Tomei um susto quando vi a revista Coquetel Molotov em diversas formas, e ganhei de Eva um móbile que uso no carro, com uma ilustração minha na revista. Enfim, o Dobras não existe mais, mas Eva ainda dobra a todo vapor!

Como imagino que pouca gente saiba, vai uma pequena explicação do blog de Eva: "A kusudama é uma bola de cura. Feita em origami, originalmente era recheada com ervas e presenteada a doentes que a usavam pendurada no espelho da cama. Atualmente, seu uso se expandiu, afinal, todos precisamos de alguma cura. A kusudama é usada para desejar saúde, felicidade e boa sorte. O uso consciente das cores também pode criar peças que auxiliem em tratamentos de cromoterapia. Para quem dobra uma kusudama, a repetição dos módulos 3, 6, 12, 30, 60, ... vezes leva a mente a estados superiores de tranqüilidade. Pacifica. Ah! Se todo o Mundo fizesse Origami..."

2 comentários:

Eva Duarte disse...

Edu, meu querido!
que lindo post!
fiquei emocionada!
adorei a forma como contaste a nossa história e o carinho q demonstras com o meu trabalho.
é isso mesmo o prêmio: brincadeira e homenagem! sempre levo papéis ilustrados por vcs para as oficinas e falo sobre as texturas e ilustrações e o uso q podemos dar a elas. isso tb é ser ecologicamente responsável!
; )
vcs convidam as pessoas a revitalizarem, redobrarem, recortarem, enfim, a se apropriarem das delícias abstratas, mesmo qdo figurativas, q são os folders e cartazes da mooz.
muitos beijinhos dobrados!
eva

Marina disse...

eva é uma fofa!

e foi genial a idéia de usar os impressos de vcs pra confecção dos origamis... ficam todos muito lindos!

e a minha kusudama "furtada" do palco ao final do show continua linda, penduradinha lá no meu quarto, embaixo do meu quadro de beatles...
ADORO!